Advertisement
  1. Business
  2. Small Business
Business

Como gerir o seu pequeno negócio como um empreendedor

by
Difficulty:BeginnerLength:LongLanguages:

Portuguese (Português) translation by Paulo Regina (you can also view the original English article)

Eu estaria disposto a apostar qualquer coisa que, se você é um pequeno empresário cuja empresa opera parcial ou totalmente pela Internet, muitas vezes você é chamado de empreendedor. Talvez até um empreendedor de pequenas empresas.

Na verdade, vou dar um passo adiante e dizer que você provavelmente se referiu a si mesmo como empreendedor em mais de uma ocasião.

A confusão desses termos (pequenos negócios e empreendedores) começou com o advento da internet e o subsequente boom dos negócios online, que, de certa forma, são mais fáceis de decolar do que os negócios tradicionais e localizados.

Isso desfocou as linhas entre esses dois tipos de negócios.

How to run a business like a Small business versus entrepreneur
Pequenos negócios versus empreendedores: como você administra seu negócio? (fonte gráfica)

A internet trouxe novos tipos de negócios, criou novas situações para os negócios tradicionais e deu origem a novos modelos de negócios, táticas, horas de trabalho e ambientes de trabalho (remotos) que substituíram o que antes conhecíamos como “estritamente comerciais”.

Embora muitas pessoas tendam a usar o termo “empreendedor” como um termo geral para empreendedores e empresários, esses termos não são exatamente os mesmos, e cada abordagem exige diferentes conjuntos de habilidades, talentos e operações diárias.

Embora os dois não sejam totalmente desconectados ou estranhos um ao outro, há muito o que aprender comparando essas duas abordagens distintas aos negócios.

Como dono de uma pequena empresa, você pode aprender muito com os empreendedores e melhorar muito sua empresa, adotando algumas táticas e estratégias do manual de empreendedorismo. Neste tutorial, descubra como administrar sua pequena empresa mais como um empreendimento empresarial.

Tutoriais de negócios relacionados

Primeiro, dê uma olhada no material relacionado a pequenos negócios aqui no Envato Tuts+. Para as diferenças entre um empreendedor e um freelancer, dê uma olhada no artigo abaixo.

Para uma definição de uma pequena empresa e um guia sobre como administrar uma pequena empresa saudável, confira os seguintes links:

Antes de começar a aprender como administrar uma pequena empresa como um empreendedor de sucesso, vamos primeiro estabelecer as diferenças entre empreendedores e empresários e analisar as várias maneiras pelas quais os dois tradicionalmente abordam o negócio de fazer negócios.

Empreendedor versus empresário: qual é a diferença?

1. A Configuração

Antes de se tornar atraente e sexy chamar alguém que se envolvesse em negócios (especialmente negócios on-line) de empreendedores, poderíamos facilmente apontar uma diferença principal entre empreendedores e empresários: os empresários, como o nome sugere, possuíam seus negócios (geralmente para toda a vida), enquanto os empreendedores criam negócios com a intenção de vendê-los, mantendo-os apenas por um breve período de tempo.

Os empreendedores também tradicionalmente financiam seus negócios não com seu próprio dinheiro, como faz a maioria dos pequenos empresários (mesmo que esse dinheiro seja um empréstimo bancário em seu nome), mas usando capital de risco que eles levantaram de investidores interessados na ideia de negócio que o empreendedor concebeu.

Saiba mais sobre como financiar sua pequena empresa:

2. Riscos e Finanças

Em algum momento, empreendedores e empresários precisarão assumir riscos financeiros para expandir seus negócios, mas os empresários tradicionais tendem a mostrar maior relutância em assumir grandes riscos.

Pequenos empresários iniciam seus pequenos negócios e crescem lentamente, conforme necessário, por meio de trabalho constante. Isso porque o objetivo final do empresário é criar uma empresa que seja lucrativa o suficiente para fornecer a vida dele e estável o suficiente para durar uma vida inteira.

Os empreendedores, ao contrário, criaram empresas maiores para começar e procuram cultivá-las rapidamente, assumindo maiores riscos para fazê-lo. Isso porque o objetivo final de um empreendedor é vender o negócio o mais rápido possível com a maior avaliação possível. E isso significa desenvolver um grande negócio com grande potencial de lucro para atrair potenciais compradores.

3. Processo de Contratação

Um empreendedor contrata estrategicamente e rapidamente para preencher as principais posições de sua empresa. O processo de contratação empreendedora procura fazer com que o negócio funcione sem problemas e sem o envolvimento direto do proprietário em todos os níveis.

Um empresário, por outro lado, tem uma visão diferente da contratação de pessoal, geralmente sendo mais lenta com a contratação de novos contratados. A maioria dos empresários tendem a ser os principais especialistas em seus negócios, construindo novas posições em torno de suas necessidades e fraquezas. Assim, os negócios tradicionais geralmente não podem operar na ausência do proprietário da empresa por longos períodos de tempo.

4. Auditoria de Mercado

Como os empreendedores iniciam negócios especificamente para preencher uma necessidade que identificaram no mercado (e não necessariamente por causa de uma paixão que possam ter por um determinado produto ou causa), eles aprendem a avaliar o mercado e suas necessidades em intervalos frequentes. Se o que eles estão construindo não parece se encaixar no mercado, eles são rápidos em girar e adaptar sua ideia para preencher os buracos.

Empresários, pelo contrário, normalmente entram em uma área de negócios que os interessa ou que eles acham que pode ser lucrativa. Isso significa que, após sua pesquisa de mercado original e a criação de seu plano de negócios, eles não costumam observar como o mercado está mudando e mudando em torno deles. Empresários tendem a seguir um plano de negócios específico sem muito desvio ou adaptação ao longo do caminho.

5. Sucesso e Fracasso

Ninguém gosta de falhar. Mas pergunte a qualquer pessoa que tenha conseguido algo na vida e ele ou ela apontará falhas como o campo de aprendizado para o sucesso. O que difere entre empresários e empreendedores é o que cada um deles define como fracasso e sucesso.

Para um empreendedor, sucesso significa construir um negócio que seja fácil de vender para outra pessoa com alto lucro. Um negócio que não é altamente lucrativo, mesmo que seja relativamente lucrativo, pode ser considerado um fracasso e terminado totalmente sem muita consideração por um empreendedor.

Para os empresários, o jogo é muito diferente. Uma empresa lucrativa e estável, mesmo que não seja altamente lucrativa, é o ingresso de ouro para o sucesso dos empresários. Pelo contrário, um negócio mais lucrativo que pode desaparecer em um período de poucos anos (até o ponto em que o empreendedor teria vendido) pode drenar os empresários de pequenos negócios das economias de sua vida e encerrar suas carreiras comerciais.

O que os pequenos empresários podem aprender com os empreendedores

Como você pode ver, ser um pequeno empresário é completamente diferente de ser um empreendedor, e a diferença é muito mais profunda do que apenas terminologia. Tudo, desde as metas até os planos e aspirações desses dois profissionais de negócios, apontam em direções diferentes.

Mas isso não quer dizer que não se pode aprender ou se beneficiar do outro. Na verdade, há várias coisas que você pode aprender com práticas, estratégias e mentalidades empreendedoras que ajudarão você a melhorar sua pequena empresa de maneira rápida e eficiente.

Então vamos entrar!

1. Trabalhe no seu negócio

Costuma-se dizer que os empreendedores trabalham em seus negócios enquanto os empresários trabalham em seus negócios. E isso pode ser verdade.

A diferença decorre da configuração diferente que cada profissional leva para o negócio, conforme mencionado acima. Mas se você está constantemente trabalhando em sua empresa, nunca poderá trabalhar em sua empresa para crescer ou aprimorá-la.

Então, como você pode conseguir alguém para trabalhar em seu negócio? Contratando as pessoas certas que assumirão algumas de suas responsabilidades e liberarão seu tempo precioso para dar um passo atrás de suas tarefas diárias e operações e olhar para a imagem maior do seu negócio. Saiba mais sobre como fazer isso:

2. Contratar para o crescimento, não apenas necessidade

Sendo mais avessos a riscos financeiros, os empresários são mais lentos para trazer novas contratações para a empresa. O que não é ruim por si só.

Mas muitas vezes os empresários atrasam as contratações por muito tempo e só trazem uma pessoa nova quando as outras pessoas da empresa não conseguem mais lidar com o trabalho. Isso pode prejudicar sua empresa, não apenas porque diminui a moral de seus funcionários sobrecarregados, mas também porque não oferece oportunidades de crescimento.

Nem todo novo contratado deve entrar para pegar a folga extra. Quando os empreendedores contratam novas pessoas, eles procuram os especialistas certos que irão resolver o problema com suas próprias mãos (em vez de esperar para serem direcionados) e ajudar a expandir seus negócios mais rapidamente.

Você deve seguir a mesma política para as principais posições de sua empresa. Não procure apenas contratações para apagar incêndios, mas procure pessoas que possam ajudá-lo a melhorar sua estrutura geral.

3. Mantenha um dedo no mercado

Seu pequenos negócio se dedica a oferecer um produto ou serviço específico a uma clientela interessada, de acordo com seu plano de negócios. Isso é ótimo.

Mas isso não significa que você deva fechar os olhos para as necessidades e mudanças do mercado. Os empreendedores estão constantemente à procura de novas oportunidades no mercado e, embora você não tenha que buscar a inovação com a mesma determinação, deve ficar mais atento a ela.

Caso em questão: Blockbuster. Longe de ser um pequeno negócio, o mega-negócio de aluguel de filmes foi fechado porque se recusou a aceitar e reconhecer a grande mudança que estava ocorrendo no setor de aluguel de filmes. Mantendo suas armas (e seus DVDs) por muito tempo, eles perderam todos os seus negócios para os provedores de filmes on-line que felizmente vieram para tomar o seu lugar.

E isso quer dizer que não importa quão grande seja um negócio, ele não pode resistir a mudanças de mercado quando se recusa a mudar com elas. Portanto, acompanhe de perto o mercado e faça auditorias frequentes das suas ofertas: o seu negócio ainda está em dia com o mercado?

4. Continue aprendendo

Como os empreendedores constroem empresas para atender às necessidades do mercado, eles geralmente iniciam negócios em setores que conhecem pouco. Mas eles não permanecem ignorantes; eles se educam sobre o assunto e aprendem tudo o que podem sobre o setor para tornar seus negócios um sucesso.

Empresários de pequenas empresas tendem a saber muito sobre o setor em que trabalham ou aprender muito sobre isso nos primeiros anos de funcionamento de seus negócios. E então eles param. Não porque eles são preguiçosos, mas por causa da sensação de segurança que obtêm ao conhecer bem seus negócios.

A confiança no seu negócio é ótima, mas não deixe que isso se transforme em arrogância "sabe-tudo" que impede você de aprender e evoluir constantemente. Quando foi a última vez que você aprendeu algo novo sobre sua indústria ou investiu no seu desenvolvimento profissional? Se a resposta for "há muito tempo", é hora de agir.

Encontre um curso on-line, um workshop ou um seminário local que você possa participar e se inscrever hoje. Tente aprender algo novo pelo menos uma vez por trimestre para continuar crescendo como profissional e para manter seu negócio crescendo também.

5. Aumente sua rede

Empreendedores adoram conexões. Na verdade, eles costumam participar de eventos e conferências apenas para poderem se comunicar. Conhecer novas pessoas significa aprender ou criar novas oportunidades. E nunca se pode saber de onde o próximo investidor ou empreendimento pode vir.

Empresários têm muito a ganhar com a rede e também com novas conexões. Quando você participa de um evento ou conferência, pode conhecer alguém de uma área relacionada que tenha uma ideia de parceria, conhecer um especialista que possa ajudá-lo a expandir seus negócios ou conhecer pessoas que possam indicar novos clientes para seu negócio.

As redes nem sempre devem ter um objetivo final específico, pois você nunca sabe quem será o próximo. Mas aumentar sua rede de contatos profissionais sempre pode beneficiar sua empresa. Saiba mais sobre redes de pequenos negócios:

6. Mantenha-se com a tecnologia

A tecnologia muda diariamente. E os empreendedores desempenham um grande papel nesses desenvolvimentos, já que são eles que estão por trás dos negócios que promovem essas inovações.

Para o empresário, não é mais possível acompanhar cada nova aplicação, plataforma ou ferramenta lançada no mercado. Mas você deve pelo menos ficar de olho em novos avanços tecnológicos em seu setor e em como eles podem ajudar você a administrar seus negócios.

Seja um novo software de contabilidade, aplicativos de produtividade, ferramentas de comunicação da equipe ou algo mais específico para sua indústria, faça uma pesquisa mensal sobre inovações tecnológicas para se manter atualizado. Aqui estão alguns aplicativos úteis para considerar o trabalho:

E não olhe ao redor apenas para procurar. Implemente. Quando você vê algo novo que pode ajudar o seu negócio, coloque-o para funcionar.

Para voltar ao nosso exemplo de cima, deixe-me repetir uma palavra novamente: Blockbuster. Este mega-negócio falhou porque não conseguiu acompanhar os grandes avanços tecnológicos que estavam acontecendo na indústria de vídeo de visualização doméstica.

7. Enfrente o fracasso

Os empreendedores não apenas têm um maior apetite por risco do que os empresários, mas também podem ter uma melhor falta de estômago. Os empreendedores bem-sucedidos podem ver dois, três, quatro (ou mais) empreendimentos falhando antes de construir aquele negócio de ouro que eles venderão pelo lucro insano. Mas isso nunca os impede de seu objetivo.

Os empresários tendem a ter um medo maior do fracasso e agem com maior reserva quando tomam decisões de negócios. E isso é ótimo, desde que você não esteja impedindo o crescimento do seu negócio, simplesmente porque você tem medo de fracassar.

Muitas vezes, não é o fracasso real que leva um negócio para baixo, mas a decepção e o desânimo que o empresário sente como consequência disso. Frustração e desânimo podem impedi-lo de correr mais riscos por medo.

É melhor aceitar desde o início que, para alcançar algo melhor e maior do que o que você tem atualmente, você precisará aprender algumas coisas novas com algumas tentativas frustradas. Respire fundo e ouse tentar mesmo se falhar. Lembre-se que o sucesso vem do fracasso.

8. Tome riscos calculados

Isso vai ser parcelado com o aprendizado para enfrentar o fracasso com uma face reta. Para falhar em algo você primeiro precisa tentar. E tentar algo novo pode parecer (e ser) arriscado nos negócios.

Como empresário, você não vai querer assumir tantos riscos quanto um empreendedor, mas, se quiser que sua empresa cresça, precisará aprender alguns riscos calculados e bem pensados. Porque são os riscos que trazem as recompensas também.

9. Aja como se você fosse vender

Os empresários raramente pensam em vender seus negócios. Eles estão no jogo de longo prazo de administrar um negócio e não no jogo empresarial de curto prazo de criação de negócios para vendê-los.

Mas pensar como um empreendedor de vez em quando e analisar seu negócio como se você fosse vendê-lo, pode lhe dar uma nova perspectiva que o ajudará a melhorar sua empresa.

Seus processos são eficientes? Todos os seus procedimentos são claros e fáceis de entender? Se um possível comprador visse sua empresa hoje, sua estrutura e funcionalidade teriam sentido? Como você define e mede o sucesso?

Olhar para a sua empresa da mesma forma que um estranho avalia seu valor, pode ajudá-lo a melhorar a estrutura geral de sua empresa e a limpar processos e procedimentos ineficientes que você pode ter agora.

Como você pode agir mais como um empreendedor em sua pequena empresa?

Ser um empreendedor é muito diferente de ser empresário e cada função requer um conjunto diferente de habilidades e talentos. Mas isso não significa que uma pessoa de negócios não possa aprender com a outra.

Como empresário, você não quer administrar sua empresa exatamente como um empreendedor. Mas sua empresa pode se beneficiar muito se você aprender a copiar alguns movimentos do manual de empreendedorismo que você pode aplicar à sua pequena empresa. Aprenda mais estratégias para se tornar um pequeno empresário de sucesso:

De que maneira você administra seu pequeno negócio como empreendedor? Quais são algumas maneiras pelas quais você pode melhorar seus negócios adotando uma visão mais empreendedora?

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.