Unlimited Powerpoint templates, graphics, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Business
  2. Productivity
Business

O que é produtividade?

by
Difficulty:BeginnerLength:LongLanguages:

Portuguese (Português) translation by Paulo Regina (you can also view the original English article)

Produtividade - e tudo o que ela inclui - é algo que nos tornamos praticamente obcecados. Ah, a produtividade em si não é uma ideia nova. Na verdade, o conceito de produtividade existe desde que a produção existe, então, sem dúvida, desde que os humanos descobriram como colocar uma semente na terra e produzir uma safra.

A produtividade nos negócios tornou-se uma discussão importante e contínua com a industrialização. Tornar o trabalho - tanto humano quanto dirigido por máquina - mais eficiente tornou-se um objetivo importante, porque uma mão-de-obra mais eficiente significava mais lucros. (Há toda uma série de problemas paralelos que se desenvolveram com essa questão crescente com a produtividade do trabalho, mas vamos salvá-los para outra ocasião.)

Os negócios, ou a produtividade económica, continuaram a ser desenvolvidos e aperfeiçoados durante a segunda Revolução Industrial, a Segunda Guerra Mundial, os principais avanços tecnológicos e a globalização económica. Mas a produtividade também se tornou algo muito mais individual; tornou-se uma busca pessoal.

Com a tecnologia que usamos hoje, temos informações ilimitadas e acessibilidade ilimitada. Isso é ótimo, em muitos níveis, mas também leva à sobrecarga: o mundo está ao nosso alcance, literalmente, a todo momento. Para pessoas propensas a distração e procrastinação (leia: todas as pessoas), a era digital rapidamente se transforma na era improdutiva.

Daí a ascensão de nossas atividades de produtividade pessoal, na forma de livros, blogues, aplicativos e todos os conselhos que você poderia desejar. É uma busca importante. Perdemos os limites que costumavam separar o trabalho da vida pessoal, que costumavam limitar nossas opções e definir nossos papéis. Estes são grandes avanços, mas trazem a necessidade de construir nossos próprios filtros e limites. Se quisermos criar valor em um mundo de opções ilimitadas, precisamos aprender a ser produtivos.

Mas primeiro, temos que descobrir o que realmente queremos dizer com produtivo.

Productivity Illustration
Ilustração de produtividade. Você pode encontrar mais criativos no GraphicRiver.

Será este a melhor gestão do tempo que você procura? Ou um esclarecimento de seus objetivos? Ou algo completamente diferente? Produtividade é um grande conceito. Abrange muitas áreas. Para obter o máximo de sua busca por produtividade, você precisa de uma definição mais profunda e específica de produtividade.

Vamos dar uma olhada.

1. A definição de negócios de produtividade

Definir produtividade para os negócios realmente significa falar sobre produtividade em termos económicos. E essa é a história da produtividade. Todas as nossas idéias pessoais e subjetivas sobre o que significa ser produtivo são derivadas de uma definição de produtividade muito pragmática e baseada em números.

Veja como Thanh Pham da Asian Efficiency, descreve:

Há outra definição usada em economia que é importante saber. Em termos económicos simples, produtividade significa a saída que você recebe por entrada. Por exemplo, se eu lhe der 5 maçãs e você me der 1 litro de suco de maçã, sua produtividade será de 1 litro por 5 maçãs. No entanto, se alguém conseguir 1 litro de suco de maçã com 4 maçãs, essa pessoa será mais produtiva. É preciso menos maçãs para criar a mesma quantidade de suco de maçã.
A métrica usada neste exemplo de economia (como você provavelmente já viu em sua aula de economia na faculdade) é: Produtividade = Saída / Entrada.

Essa é a definição básica de negócios ou económica de produtividade. Melhorar a produtividade no sentido de negócios significa: a) aumentar a produção em relação à entrada ou b) diminuir a entrada em relação à saída. Você ouvirá isso discutido em termos de negócios com frases como "reduzir nossas despesas gerais", "aumentar nossa margem de lucro", "reduzir despesas", "melhorar nossa receita" e "ser mais eficiente".

2. A definição pessoal de produtividade

A primeira coisa que devemos analisar é como a produtividade fluida, subjetiva ou aleatória pode soar quando estamos discutindo isso em termos pessoais.

Definições são arbitrárias

Como Chris Bailey diz em A Life of Productivity,

Produtividade significa algo diferente para todos.
Uma pessoa pode definir ser produtivo ganhando uma matança em seu trabalho enquanto lidera uma equipe de várias centenas de funcionários, enquanto outra pessoa pode ver a produtividade como se aposentar aos 30 anos e viver voluntariamente simplesmente pelo resto da vida.
Da mesma forma, uma pessoa pode definir a produtividade como uma grande quantidade de coisas feitas em muito menos tempo, enquanto outra pode definir a produtividade como tendo o seu tempo e deliberadamente tentando fazer o melhor trabalho possível.

Pessoal não é pessoal

O segundo ponto a mencionar aqui é que “pessoal” é um pouco inapropriado.

Para muitos que buscam uma produtividade pessoal melhor, o objetivo é maior produtividade no trabalho. Queremos ser melhores naquilo que fazemos, fazer mais em menos tempo, manter o foco em nosso trabalho mais importante e aprender a lidar com o fluxo de informações e acessibilidade sem perder o progresso em nossos projetos.

As ferramentas de que precisamos para alcançar todos esses objetivos são as habilidades de produtividade pessoal: sistemas individuais, habilidades e comportamentos que nos permitem gerir todas as demandas e opções e continuar fazendo as coisas.

Naturalmente, você pode aplicar suas habilidades de produtividade pessoal em qualquer área da vida: relacionamentos, passatempos, finanças, tarefas domésticas, pais, etc.

Valor vs. saída

Minha definição favorita de produtividade pessoal é esta, de Steve Pavlina:

Produtividade = Valor / Tempo (produtividade é igual a valor dividido pelo tempo)

É muito simples e muito semelhante à definição económica. Em vez de saída, no entanto, estamos medindo valor. E, em vez de inserirmos, estamos medindo o tempo: isso porque, para a maioria de nós que está buscando produtividade pessoal, o tempo é nosso poder primário e nossa principal limitação.

Pavlina continua falando sobre como podemos entender e medir valor:

Qual é o "valor" em nossa equação de produtividade?
O valor é uma qualidade que você deve definir por si mesmo. Portanto, qualquer definição de produtividade é relativa à definição de valor.

Pavlina define valor como um produto:

Valor = Impacto x Resistência x Essência x Volume
E portanto:
Produtividade = Impacto x Resistência x Essência x Volume / Tempo

Você pode ler o artigo completo para uma análise detalhada de cada um desses fatores. Em suma, o impacto refere-se a quantas pessoas são influenciadas pelo seu trabalho ou em que grau elas são influenciadas. Resistência refere-se a quanto tempo seu trabalho vai durar (pense na longevidade de um sanduíche versus um design gráfico digital versus uma obra de arte clássica). Essência refere-se à qualidade e tipo do que você faz; é facilmente imitado ou único? Seu efeito é profundo e importante, ou temporário e auto-limitado? Volume refere-se à quantidade do que você produz, conforme definido pelo seu trabalho em particular.

3. Juntando tudo

Embora a definição comercial de produtividade nos forneça um bom ponto de partida, não é suficiente para uma compreensão diária significativa da produtividade.

Precisamos pensar sobre o valor do que estamos fazendo, em vez de apenas pensar em nossa produção em geral. Caso contrário, todos nós podemos trabalhar duro para sermos realmente eficientes em fazer coisas sem sentido. Se você já passou horas mexendo em algum cantinho da sua vida, como a gestão de e-mail ou o planeamento de cardápio, apenas para sair dessa questão e perceber que não teve impacto significativo em sua vida, no geral, você sabe o que quero dizer.

Não é que melhorar os detalhes e os hábitos diários seja ruim; na verdade, as pequenas coisas e as rotinas diárias podem nos fazer ou quebrar. Mas precisamos dar o devido esforço aos esforços apropriados. Sentir mais controle sobre as coisas, temporariamente, porque você codificou por cores os seus arquivos não é tão bom quanto ter mais controle, em última análise, porque você aprendeu como definir boas prioridades e lidar com distrações.

Se é triste desperdiçar seu tempo, quanto pior é desperdiçar sua vida? Você evita desperdiçar seu tempo - e sua vida - em resultados insignificantes pensando no valor daquilo que faz, e não na eficiência com que o faz.

Nossa definição de produtividade de trabalho

Uma definição coesa de produtividade, então, é aquela que considera tanto o lado económico quanto o lado "pessoal". Eu penso assim:

Produtividade = Saída valiosa / Entradas de tempo e recursos

4. Princípios básicos de produtividade

Agora que temos uma definição de trabalho, vamos dar uma olhada nos princípios fundamentais da produtividade.

Comece com prioridades

Você pode ir fundo e largo com a produtividade, mas você precisa obter algumas noções básicas em ordem primeiro. Se você pretende aumentar sua produção valiosa, por exemplo, precisa saber o que é. Então, classificar todas as tarefas e possibilidades em um conjunto de prioridades é um primeiro passo importante.

Existem muitas maneiras de priorizar. David Masters cobre o processo e algumas estratégias diferentes em seu tutorial de lista de tarefas, e Lisa Jo Rudy explica como usar a Análise de Pareto para definir prioridades.

Conhece a ti mesmo

A produtividade começa com você. Existem infinitas estratégias e sistemas que você pode colocar em prática, mas eles só funcionam se funcionarem para você. Isso significa que você precisa descobrir suas preferências, necessidades, níveis de energia e seus limites para escolher as ferramentas e os sistemas que realmente o tornarão mais produtivo.

Comece entendendo seu próprio estilo de produtividade e, em seguida, passe a aprender como gerir suas tarefas pelos seus níveis de energia.

Domine o básico

Depois de conhecer suas prioridades, e você é melhor em avaliar quais sistemas e ferramentas funcionarão para você, você pode aprender e aplicar habilidades básicas de produtividade com muito mais eficiência. Para ajudar você a começar, escrevi esta série sobre Princípios Essenciais de Produtividade.

5. Armadilhas de produtividade comum

Produtividade não é fácil. Se fosse, claro, não precisaríamos falar muito sobre isso. Nós apenas faríamos isso. Mas há armadilhas, meu amigo! Muitas armadilhas no caminho para a produtividade.

Felizmente, há também guias para nos ajudar a superar essas armadilhas e continuar progredindo.

Distrações, distrações em toda parte

Uma das maiores armadilhas que todos enfrentamos é a infinidade de distrações. Da mídia social ao envio de notificações por e-mail para problemas familiares, até infinitas opções de entretenimento, podemos nos distrair o tempo todo.

Admitir que você tem um problema de distração é o primeiro passo. É um problema que todos nós temos. Uma vez que você veja o que mais o distrai, no entanto, você pode fazer alguns movimentos inteligentes para limitar as distrações. Isso não significa que você não consegue fazer as coisas divertidas / distrativas; Significa apenas que você deixe em sua vida em seus termos. Leo Babauta compartilhou dicas rápidas para eliminar distrações:

Sendo razoável

Muitas armadilhas de produtividade vêm de nossas expectativas irrealistas. Nós tendemos a subestimar os obstáculos que enfrentaremos ao atingir um objetivo e super-estimar nossas próprias habilidades e força de vontade. O resultado é uma combinação mortal de otimismo desinformado e falta de preparação.

Eu não quero ser um opositor, mas você será muito mais eficaz (e mais feliz!) se aprender, como todos nós devemos, estabelecer metas efetivas. Você também precisará reconhecer o limite de seus próprios poderes (sair da multi-tarefa!) E aprender a arte de delegar.

6. Comece sua prática de produtividade

Ser produtivo não é algo que você ganha com um esforço único, desculpe. É uma busca contínua, uma prática que só é construída em sua vida e se torna uma parte essencial e útil dela.

Se você for como eu, vai se tornar uma parte muito agradável e gratificante da sua vida também. Buscar a produtividade levou-me a uma maior clareza sobre o tipo de trabalho que quero fazer, as relações que quero construir e, em última análise, a vida que quero viver. Tudo volta à definição de valor; quando fazemos isso, começamos a ver o que faz sentido para nós e o que realmente é uma perda de tempo.

Leia ótimos livros

Aqui está minha pequena lista dos melhores livros para você começar sua prática de produtividade. Se você não for muito leitor, tente ouvir a versão em áudio desses livros enquanto estiver viajando ou trabalhando. Eu prefiro o formato padrão, mas meu marido jura pelos livros de áudio.

  1. O poder do hábito por Charles Duhigg
  2. 168 horas: você tem mais tempo do que pensa por Laura Vanderkam
  3. O Executivo eficaz por Peter Drucker
  4. A guerra de arte por Steven Pressfield
  5. O mapa do desejo: um guia para criar objetivos com alma por Danielle LaPorte
  6. Gerir o seu dia-a-dia por Jocelyn K. Glei e a equipe da 99U
  7. Fluxo: a psicologia da experiência ótima por Mihaly Csikszentmihalyi
  8. Trabalho profundo e Tão bom que eles não podem ignorar você por Cal Newport
  9. O NÃO B.S. guia para Gestão de tempo para empreendedores por Dan Kennedy
  10. A equação de procrastinação da Piers Steel

Imite pessoas produtivas

Encontre as pessoas em sua vida que são excelentes em ser produtivas, em geral, ou que realmente dominaram um ou mais aspectos da produtividade. Depois peça sua ajuda. Talvez o seu cônjuge seja ótimo no estabelecimento de metas razoáveis, seu melhor amigo fortaleça a gestão do tempo ou seu irmão seja um delegado mestre. As pessoas que são boas em determinados aspectos da produtividade também podem ajudá-lo a se tornar bom nesses aspectos: elas descobriram ferramentas e técnicas que funcionam e podem economizar tempo e esforço.

Você também pode procurar entrevistas, podcasts, pesquisas de especialistas e artigos sobre "como trabalhamos" (aqui está uma sobre a equipe Envato) para obter informações sobre como profissionais ocupados como você gerem seu tempo e prioridades. Eu sempre saio com uma ótima dica ou ferramenta, ou um novo método para lidar com distrações ou superar a procrastinação.

Construa seu próprio sistema

Existem muitos sistemas populares de produtividade que você pode aprender e usar, como o sistema tenha as coisas feitas, de David Allen, ou 5 escolhas para produtividade extraordinária, do FranklinCovey. Muitas pessoas acham, no entanto, que o melhor sistema é aquele que eles mesmos constroem.

Você pode começar com uma fundação de outro sistema e ajustá-lo ao seu gosto. Ou talvez você construa algo do zero. David Masters escreveu uma excelente série sobre como construir seu próprio sistema de produtividade. Ele irá guiá-lo através de todo o processo.

É sempre sobre o valor

Lembre-se, ao definir sua própria produtividade e estabelecer sua própria prática, ela sempre volta ao valor. Não tenha medo de mudar sua abordagem, descartar uma ferramenta ou reorganizar completamente suas prioridades. Nenhum de nós é estático; a vida muda, e nós também. A produtividade como prática pode mudar connosco e, à medida que crescemos, vamos esclarecê-la e defini-la para nós mesmos, para obter o máximo de valor para nós mesmos e para os outros.

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.