Unlimited Powerpoint templates, graphics, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Business
  2. Productivity
Business

Como Construir Autoconfiança: 10+ Passos para Aumentar sua Autoestima

by
Length:LongLanguages:

Portuguese (Português) translation by André Victor Ribeiro Amaral (you can also view the original English article)

Você conhece pessoas que se aproximam de desconhecidos durante uma festa e, imediatamente, fazem amizade? Estas são as pessoas que muitas vezes conseguem bebidas grátis, convites para eventos e, sempre que saem, fazem novos amigos.

Entretanto, existem pessoas que se sentem ansiosas em quase todo encontro social. Em seu primeiro dia no emprego, em uma reunião no trabalho, e até mesmo em uma festa de inauguração de casa nova; tudo faz com que essas pessoas sintam-se vulneráveis e inseguras de si.

Perguntas como as seguintes, muitas vezes, vêm à mente durante esses eventos:

  • "O que eu vou dizer?"
  • "Com que eu falo?"
  • "O que vou fazer se houver um silêncio constrangedor?"
building self confidence
Você pode ganhar confiança em si mesmo e melhorar diferentes aspectos da sua vida. (Fonte da imagem: Envato Elements)

Apesar de o embaraço social ser comum, não é uma coisa que tem que durar a vida inteira. Você pode aprender a construir autoconfiança sem parecer forçado ou "não natural". Você ainda pode ser você mesmo e ter a autoconfiança para experimentar coisas novas, conhecer novas pessoas e usufruir de todos os benefícios que vêm com essa característica.

Autoconfiança vs Autoestima vs Autoeficácia

O que é confiança? Autoconfiança é usada frequentemente de forma intercambiável com autoestima e, às vezes, com autoeficácia. Antes continuarmos com esse tutorial, é importante que você entenda a diferença entre esses termos.

Autoconfiança é confiar em suas habilidades, capacidades e julgamento. Pessoas autoconfiantes sabem que eles podem lidar com as tarefas que lhes foram designadas.

Vemos a confiança nos outros com base em como eles falam e agem. Pense nas pessoas confiantes que você conhece; você não pode entrar dentro de suas cabeças para saber o que eles pensam de si mesmos, mas é natural pensar que eles são assim pela forma através da qual eles se posicionam no mundo.

Autoestima, por outro lado, inclui o que você sente sobre si mesmo - não somente os seus pensamentos e ações. De acordo com a Psychology Today, "Estima" vem da palavra em latim "aestimare", que significa "avaliar ou estimar". Uma autoestima saudável significa ter a capacidade de lidar com a sua própria vida; o que vem, parcialmente, do fato de você ser competente naquilo que faz e, além disso, de ter um sentimento de aprovação de pessoas que são importantes para você.

Autoeficácia, com base na teoria de Bandura, é como autoconfiança, no sentido de que é construída a partir da crença de que você tem o poder de afetar a sua vida para melhor. As pessoas que se sentem sem controle do seu futuro por causa de circunstâncias externas, falta de sorte ou qualquer outro motivo, têm baixa autoeficácia. A diferença é que a autoconfiança não se limita à esperança do futuro; relaciona-se, também, a experiências anteriores - já autoconfiança é, muitas vezes, adquirida através de uma sequência de sucessos passados.

Está tudo interligado. Eu enxergo da seguinte forma: primeiro você começa a construir a autoconfiança e, uma vez que você consegue isso, você vai se sentir mais no controle de sua vida e do seu destino (autoeficácia). Depois disso, você eventualmente vai construir uma vida baseando-se nesses preceitos; já que você não vai apenas fingir estar bem consigo mesmo, você, na verdade, passa a gostar de quem você é.

Há um longo caminho para chegar lá, então vamos começar com o primeiro passo: a construção, autêntica, de autoconfiança.

Como Determinar Quão Confiante Você Parece Ser Para os Outros

O primeiro passo para melhorar sua autoconfiança é fazer um balanço de como os outros percebem você. Confiança é subjetiva, o que parece ser confiança para você pode parecer esquisito ou arrogante para os outros (e vice-versa). Existem coisas que você pode estar transmitindo através da sua linguagem corporal que você nem se dá conta. O que é considerado "ser confiante" também é diferente a depender da cultura; por isso é importante ter a opinião de outras pessoas - para ter uma base de onde você está e daquilo que você precisa melhorar.

Descubra Quão Confiante você Aparenta ser para os Outros

Aqui estão três coisas que você pode fazer para descobrir se os outros te enxergam como sendo autoconfiante.

  1. Pergunte "Quais são os três adjetivos que você usaria para me descrever?". Deixe claro que você não está esperando elogios. Esses adjetivos são consistentes com como você se vê? "Confiante" ou algum adjetivo semelhante apareceu nessas três palavras?
  2. Procure por recomendações passadas e/ou feedbacks antigos que você já recebeu. Encontre comentários sobre como você se relaciona com as outras pessoas, se você fala alto em reuniões, ou se você já demonstrou iniciativa em liderar um novo projeto ou apresentação - todas essas coisas são sinais de autoconfiança no trabalho.
  3. Compare suas ações usando a tabela abaixo, em qual coluna você melhor se encaixa?

Comportamento Confiante

Baixa Autoconfiança

Fazer o que você acha que é certo mesmo que as pessoas o critiquem por isso

Agir baseado em o que você achar que vai conquistar a aprovação dos seus pares e chefia

A habilidade de tomar riscos calculados

Ficar na sua zona de conforto por medo de falha e rejeição

Saber como aceitar elogios graciosamente

Minimizar ou ignorar elogios

Admitir seus erros

Transferir a culpa, ou acobertar o problema até que ele seja resolvido

Avalie os Pontos Fortes e as Áreas Problemáticas

Agora que você tem uma boa ideia de como os outros percebem o seu nível de confiança, é hora de avaliar seus pontos fortes e áreas de melhoria - assim, você pode formular um plano que leva isso em consideração.

Escreva suas 10 maiores realizações na vida em um pedaço de papel; pode ser qualquer coisa que você tenha feito para si, para sua carreira, para o seu negócio, ou até mesmo para os seus amigos. Veja isso como um exercício de aquecimento para impulsionar sua autoconfiança. Isso vai te ajudar a lembrar o que você fez para lidar com algumas das situações listadas abaixo.

Os tópicos a seguir estão frequentemente associados com quem tem um nível de autoconfiança saudável. Você pode dizer honestamente que está confortável fazendo essas coisas? Você pode fazê-las sem se sentir estranho? Se não, o que você acha que está te impedindo?

  • Ter "conversinhas"
  • Conhecer uma pessoa nova
  • Participar de rodas de conversa nas quais você não conhece ninguém
  • Fantasiar-se
  • Dar uma festa
  • Negociar salário
  • Delegar uma tarefa
  • Dar e receber feedback
  • Pedir um aumento
  • Ficar frente a uma autoridade
  • Aceitar elogios
  • Falar em público

Coloque todas essas coisas em um documento muito bem formatado, preferencialmente com uma coluna que dá nota ao seu nível de confiança para cada item (de um a dez), e outra coluna para comentários de o porquê você acha que aquele tópico em específico é desafiador.

Todos os itens acima medem seu nível de confiança do ponto de vista situacional. Usar, entretanto, uma análise SWOT ou diferentes testes de personalidade encontrados online, podem te ajudar a entender melhor suas forças e fraquezas.

Opções de teste:

Você também pode aprender mais sobre como conduzir uma análise SWOT com esse tutorial:

Compare os resultados com sua avaliação (com nota de 1 a 10) dos itens listados acima. Os resultados combinam ou são diferentes? Para manter as coisas simples, apenas se concentre nos itens que o teste e a sua autoavaliação apontaram como áreas de melhoria.

Se você teve mais do que cinco áreas de melhoria, priorize-as de acordo com o que é mais fácil para você de alcançar, e comece por aí. Dessa forma, você já vai começar com resultados positivos, te dando confiança para continuar com o processo.

Defina Objetivos para Melhorar sua Confiança

Agora que você sabe quais os aspectos que você quer melhorar, é hora de definir metas específicas, mensuráveis, atingíveis e possíveis de serem concluídas em determinado tempo - a fim de melhor sua autoestima.

Você pode pensar que fazer tudo isso é um exagero, quando o que você quer é só conseguir manter uma conversa informal com mais tranquilidade, mas, na realidade, a definição de objetivos é um dos segredos que pessoas confiantes de suas habilidades seguem.

Imagine que você está tentando cozinhar uma nova receita. Você não vai, somente, cortar os ingredientes e jogá-los na panela na esperança de que dê certo, não é? Você vai olhar para a receita e segui-la. O mesmo processo se aplica quando você está aprendendo a melhorar o seu nível de confiança.

O tutorial abaixo vai te guiar ao longo desse processo de definição de objetivos. Não se precipite e tente ir direto ao resultado final que se deseja alcançar. Tome passos pequenos e gerenciáveis e os utilize como forma de ser bem sucedido.

Construa Autoconfiança Praticando o Básico

Ande antes de correr. As habilidades listadas abaixo são a fundação para a sua autoconfiança, e vão vir naturalmente quando você já estiver mirando nos objetivos maiores (e que requerem de você uma atitude de pessoa confiante) - como por exemplo convidar uma pessoa para um encontro ou se aplicar para uma promoção no trabalho. 

1. Mude sua Linguagem Corporal

Uma pesquisa da Ohio State University mostrou que manter a postura ereta e colocar as suas mãos na cintura (como o Superman) melhora o seu nível de confiança. Mas se isso é um pouco demais para você, apenas levante-se e puxe os ombros para trás - evitando se curvar. Esse simples ato dá a impressão de que você está confiante.

Olhe para a pessoa com as quais você está falando, não seus sapatos ou o que está acontecendo em volta.

Diminua o ritmo quando você estiver falando. Não só as pessoas entenderão você melhor, falando de forma clara e tranquila, mas isso também faz com as pessoas tenham a impressão de que você está confiante do que está dizendo. Imagine como você se sente quando Morgan Freeman diz algo; você não consegue fazer nada que não seja acreditar nele.

Assista ao TED Talks abaixo da Amy Cuddy para mais informações sobre o poder da linguagem corporal.

2. Vista-se de maneira Inteligente

Belas roupas, sapatos e acessórios somam à confiança de uma pessoa. A única observação é a de que você tem que ficar atento ao código de vestimenta do lugar onde está - para não exagerar. Ternos e roupas sociais, apesar de serem o símbolo de formalidade e classe, nem sempre são o guarda-roupa de escolha para todos os ambientes. Por exemplo, algumas empresas preferem adotar o traje casual, então você precisará, apenas, de uma camiseta polo e um belo par de sapados.

Estilize o seu cabelo. Pratique boa higiene pessoal. Todos essas pequenas coisas se somam, tanto em fazer você se sentir melhor sobre sua confiança, quanto em melhorar a primeira impressão das outras pessoas.

3. Gerencie sua Atitude Mental

Refletir sobre pensamentos negativos causa estragos à sua autoconfiança. Todo mundo tem dúvidas sobre suas habilidades, olhares, roupas e personalidade — você não está sozinho. Alguns apenas lidam com isso melhor do que outros.

Uma maneira de parar com os pensamentos negativos é questionar a pequena voz em sua cabeça que te mantém sempre em um estado de chateação. Da próxima vez que você se sentir fracassado, pergunte a si mesmo, "Há provas concretas de que (...)?". Procure evidências que suportem (ou não) esses pensamentos.

Mesmo se houver evidências de que você falhou — ou qualquer outro fato negativo que estiver te incomodando — cave fundo dentro de você para encontrar provas do contrário. Tenho certeza de que você tem momentos nos quais obteve sucesso, apenas se esqueceu deles. Lembre-se do bem que que você já fez.

4. Pare de se Comparar com os Outros

Não acredite em tudo que você vê nas mídias sociais - isso é só uma "coletânea de bons momentos" da vida das pessoas. Elas só mostram as coias boas - as comidas chiques, o carro novo, as viagens exóticas. Por trás de todo esse glamour, mesmo as pessoas com os maiores sorrisos, enfrentam problemas que você desconhece.

Não acredita em mim? Pergunte aos seus amigos. Pergunte eles como as coisas estão no trabalho, no relacionamento, nas finanças. Alguns deles, especialmente os seus amigos de verdade, vão lhe contar sobre os seus problemas.

Mesmo se você acho que alguns dos seus amigos estão vivendo vidas melhores que a sua, mesmo com os problemas, não se compare com eles - vocês estão trilhando caminhos diferentes. Vocês podem ter o mesmo grau de instrução e o mesmo trabalho, mas ainda sim vocês são pessoas diferentes - com diferentes histórias, desafios e objetivos. Você não pode fazer uma comparação direta entre vocês dois.

5. Crie Limites Pessoais

Diga não a tudo aquilo que te faz sentir mal, desconfortável ou infeliz. Exerça autoridade sobre o seu tempo e energia. Não apenas diga sim quando alguém te pedir por ajuda e você tem algum lugar para ir. Quanto mais você pratica dizer não para as coisas que você não quer, mais confiante você vai se sentir consigo mesmo.

6. Aprenda Tudo que Você Puder sobre sua Profissão

Serena Williams, com confiança, pode balançar uma raquete. Chef Gordon Ramsey, com confiança, pode cozinhar um delicioso bife. Assim como essas duas lendas, as pessoas no ambiente de trabalho que você admira estão sempre confiantes nas reuniões porque elas sabem que empregaram tempo de estudo para fazer aquilo bem.

Sei que saber tudo em sua área de trabalho é uma tarefa difícil, que vai levar anos - com um passo de cada vez. Inscreva-se para cursos relacionados ao seu trabalho, leia livros ou encontre um mentor para te mostrar os melhores caminhos.

Assumo Riscos a partir do Momento que Você já Ganhou Autoconfiança o Suficiente

Sua autoconfiança vai crescer, uma vez que você domina as habilidades fundamentais. Mas não pare por aí; vá um pouco além ao assumir desafios práticos que coloquem em prática sua recém-descoberta autoconfiança.

Você pode passar por essas tarefas por ordem cronológica, ou escolher aquelas que terá maior impacto na sua vida.

Começar a se Beneficiar da sua Melhor Autoconfiança Hoje Mesmo

Assim como eu, você pode se encontrar em situações desconfortáveis quando você está aprendendo a se tornar mais confiante de si. É estressante. Você pode estar duvidando de si mesmo, com medo de que você faça ou diga algo que vá te envergonhar.

Não se preocupe, na maioria dos casos ninguém nem vai notar que você está um pouco inseguro.

O fato é que as pessoas não leem mentes, e, na maioria dos casos, elas estão muito ocupadas com seus próprios problemas. Continue construindo sua autoconfiança usando as dicas acima, até chegar ao ponto em que você não irá precisar pensar muito sobre elas.

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.