Students Save 30%! Learn & create with unlimited courses & creative assets Students Save 30%! Save Now
Advertisement
  1. Business
  2. Values
Business

Quais são seus valores pessoais? Como definir e viver por eles 

by
Difficulty:BeginnerLength:LongLanguages:

Portuguese (Português) translation by Paulo Regina (you can also view the original English article)

Viver por seus valores pessoais parece fácil - pelo menos em teoria. Seus valores, afinal de contas, são simplesmente as coisas que são importantes para você na vida, por isso deve ser natural viver com eles. 

What are values
Apresentar uma lista de valores pessoais pode ser um desafio, mas entender seus valores é importante. (Fonte da imagem: Envato Elements

E, no entanto, muitos de nós não vivem consistentemente de acordo com nossos valores. Você já esteve em alguma dessas situações? 

  • Alguém disse ou fez algo com o que você discordou, mas você não falou sobre isso e ficou com vergonha depois. 
  • Você definiu metas para si mesmo e depois falhou em cumpri-las. 
  • Sua vida ou carreira não funcionaram do jeito que você queria. 
  • O que você quer geralmente se choca com o que você tem que fazer ou o que é "prático". 
  • Você está tão ocupado agradando as outras pessoas que nem sabe quais são seus valores verdadeiros. 

Se algum destes entrar em ressonância com você, então este tutorial irá ajudá-lo. Nela, você aprenderá quais são os valores pessoais e por que são importantes.  Então, passaremos por todas as etapas envolvidas na definição e priorização de seus valores, alterando-os conforme necessário e vivendo de acordo com eles, para que suas ações estejam alinhadas com seus valores.

Quando você vive de acordo com seus valores, você se sente melhor consigo mesmo e está mais focado em fazer as coisas que são importantes para você. Neste tutorial, você verá como conseguir isso. 

1. O que são valores pessoais (e por que eles são importantes)? 

Vamos começar com uma definição de valores pessoais. Valores pessoais são as coisas que são importantes para nós, as características e comportamentos que nos motivam e guiam nossas decisões. 

Por exemplo, talvez você valorize a honestidade. Você acredita em ser honesto sempre que possível e acha importante dizer o que realmente pensa. Quando você não fala, provavelmente se sente desapontado consigo mesmo. 

Ou talvez você valorize bondade. Você aproveita a oportunidade de ajudar outras pessoas e é generoso ao dedicar seu tempo e recursos a causas dignas ou a amigos e familiares. 

Esses são apenas dois exemplos de valores pessoais de muitos. Todo mundo tem seus próprios valores pessoais e eles podem ser bem diferentes.  Algumas pessoas são competitivas, enquanto outras valorizam a cooperação. Algumas pessoas valorizam a aventura, enquanto outras preferem segurança. 

Os valores são importantes porque você provavelmente se sentirá melhor se estiver vivendo de acordo com seus valores e se sentir pior se não estiver. Isso se aplica tanto às decisões do dia a dia quanto às escolhas de vida maiores. 

Se você valoriza a aventura, por exemplo, provavelmente se sentirá sufocado se for pressionado pelos pais ou por outras pessoas a fazer escolhas "seguras", como um trabalho de escritório estável e uma vida familiar estável. Para você, uma carreira que envolve viagens, começar seu próprio negócio ou outras oportunidades de risco e aventura pode ser mais apropriada. 

Por outro lado, se você valoriza a segurança, o oposto se aplica. O que algumas pessoas veriam como uma oportunidade de “sonho” de viajar pelo mundo e ser seu próprio patrão pode deixá-lo se sentindo inseguro e desejando uma existência mais estável. 

Todo mundo é diferente, e o que faz uma pessoa feliz pode deixar outra pessoa se sentindo ansiosa ou desembaraçada. Definir seus valores pessoais e depois vivê-los pode ajudá-lo a se sentir mais realizado e a fazer escolhas que o deixem feliz, mesmo que não façam sentido para outras pessoas. Você verá como fazer isso nas secções a seguir. 

2. Como definir seus valores pessoais 

O que faz você se sentir bem? Esse é um bom lugar para começar a descobrir quais são seus valores. 

Não, sorvete não é um valor. O que estamos falando aqui são características ou formas de se comportar no mundo. Como vimos acima, alguém que valoriza a honestidade vai se sentir bem quando diz a verdade. 

Por outro lado, essa mesma pessoa se sentirá mal consigo mesma quando não contar a verdade. Então, emoções negativas também podem ser um bom guia para seus valores.  Quando você se sentiu desapontado consigo mesmo ou como se fosse uma fraude? Que comportamento levou a isso? 

Aqui estão mais algumas perguntas para você começar: 

  1. O que é importante para você na vida? 
  2. Se você pudesse ter alguma carreira, sem se preocupar com dinheiro ou outras restrições práticas, o que você faria? 
  3. Quando você está lendo notícias, que tipo de história ou comportamento costuma inspirar você? 
  4. Que tipo de história ou comportamento te deixa com raiva? 
  5. O que você quer mudar sobre o mundo ou sobre você mesmo? 
  6. Do que você mais se orgulha? 
  7. Quando você foi o mais feliz? 

Pegue uma folha de papel em branco e faça rapidamente algumas respostas para essas perguntas. Em seguida, use essas respostas como guias para descobrir seus valores pessoais. 

Em alguns casos, os valores serão fáceis de descobrir. Se você escreveu "um relacionamento amoroso" em resposta à pergunta sobre o que é importante para você, o "amor" é um valor pessoal importante para você.  Se você escreveu "ser feliz", então você valoriza a felicidade.

Outros podem exigir um pouco mais de trabalho, no entanto. Por exemplo, se você é inspirado por histórias de empreendedores de sucesso, talvez você valorize determinação ou conquista, ou talvez seja riqueza e sucesso. Se você é inspirado por ativistas que tentam mudar o mundo, talvez você valorize a coragem ou a integridade, ou talvez seja justiça ou paz. Tente examinar o que exatamente é sobre essas histórias ou experiências com as quais você se relaciona.

Lista de valores pessoais

Para ajudar você, aqui está uma pequena lista de valores pessoais.

  1. Realização
  2. Aventura
  3. Coragem
  4. Criatividade
  5. Confiabilidade
  6. Determinação
  7. Amizade
  8. Saúde
  9. Honestidade
  10. Independência
  11. Integridade
  12. Inteligência
  13. Justiça
  14. Bondade
  15. Aprendizagem
  16. Amor
  17. Paz
  18. Perfeição
  19. Segurança
  20. Simplicidade
  21. Sinceridade
  22. Espontaneidade
  23. Sucesso
  24. Compreensão
  25. Riqueza

Esta não é de forma alguma uma lista exaustiva de valores pessoais. Tenho certeza que você pode pensar em muito mais. A ideia não é escolher itens de uma lista, mas criar os seus próprios com base nas suas próprias experiências e personalidade, por isso use-os como exemplos de valores pessoais, mas não se sinta limitado por eles. Deixe sua imaginação correr livre!

Quando você tiver concluído o brainstorming, poderá ter meia dúzia de valores, ou poderá ter uma lista enorme de dezenas. Se você estiver no segundo grupo, tente reduzir a lista a algo manejável, talvez dez valores que sejam mais importantes para você. Se você estiver com dificuldades, tente atribuir pontuações a cada uma delas e, em seguida, classifique a lista em ordem.

3. Como priorizar seus valores pessoais

Depois de criar uma lista, é importante priorizar seus valores.

Por quê? Porque a priorização pode ajudar você a se aproximar ainda mais da definição do que é importante para você.

Sua lista geral de valores pode incluir valores bastante díspares. Se você valoriza honestidade, saúde, bondade, aventura e meia dúzia de outras coisas, isso não lhe dá uma direção clara. Mas se você colocar "saúde" no topo da sua lista, saberá que estabelecer uma rotina diária de exercícios e eliminar a comida lixo deve ser uma prioridade para você. Se “aventura” está no topo, por outro lado, talvez planear essa viagem para a América do Sul virá primeiro.

O ideal é que você viva de acordo com todos os valores da sua lista. Mas seu tempo e energia são limitados. A priorização ajuda você a garantir que você as gaste nas coisas mais importantes que terão a maior recompensa em sua vida.

Portanto, reserve algum tempo para reordenar os itens da sua lista usando o sistema de pontuação que abordamos na última secção. Ou você poderia comparar cada item por vez e perguntar a si mesmo em qual você trabalharia se pudesse fazer apenas um. Tome seu tempo e continue até que você termine com o pedido final que você está feliz.

4. Como viver seus valores com integridade e usá-los para tomar decisões

Ter uma lista de valores em uma folha de papel é bom, mas isso não muda nada. Para ver a diferença em sua vida, você terá que começar a viver de acordo com seus valores. Como vimos, isso pode ser mais fácil de dizer do que fazer. Nesta secção, veremos como usar seus valores para realmente viver sua vida e tomar decisões.

Use seus valores para definição de metas

Primeiro, vamos dar uma olhada no quadro geral. Você está vivendo de acordo com seus valores em sua vida como um todo? Sua escolha de carreira reflete seus valores? Que tal suas atividades fora do trabalho? Você está gastando seu tempo em coisas que são importantes para você?

Se não, não se preocupe, é bastante comum que nossas vidas sejam diferentes de nossos valores por vários motivos. Veja como recuperar as coisas.

Para cada um dos seus valores, faça uma lista de coisas que você pode fazer para colocar esses valores em prática. Por exemplo, se você escreveu "Aprendizagem", pode voltar para a faculdade e fazer esse nível que sempre sonhou. Ou você pode se comprometer a ler um livro toda semana sobre um assunto que lhe interessa. Ou você pode fazer cursos de treinamento on-line ou inscrever-se em aulas em seu centro de educação de adultos local. Existem tantas possibilidades.

Não seja restringido por considerações práticas neste estágio. Apenas anote as possibilidades, mesmo que você ache que não pode pagar por elas ou não tenha tempo. Faça uma lista de coisas que você poderia fazer para viver de acordo com seus valores.

Você deve acabar com uma longa lista de possíveis ações para cada valor. O próximo passo é transformá-los em metas para a próxima semana, mês, ano e talvez mais. Para instruções detalhadas sobre como fazer isso, consulte os seguintes tutoriais:

Se você já tiver metas definidas anteriormente, também precisará dar mais um passo. Para cada meta, pergunte a si mesmo se ela se alinha com algum de seus valores pessoais. Se não, por que você está fazendo isso? A menos que haja um motivo prático muito bom, exclua-o e concentre-se nos novos objetivos que o ajudam a viver de acordo com seus valores.

Tome decisões de acordo com seus valores

Viver seus valores é mais do que os grandes objetivos de longo prazo, no entanto. É também sobre as pequenas decisões do dia-a-dia. No momento, você reage a situações de maneiras que se alinham com seus valores?

Se você valoriza a compaixão, por exemplo, você regularmente demonstra compaixão pelos outros, ou às vezes você cai em julgamento e culpa? Se você valoriza a saúde, você sempre cuida do seu corpo, ou às vezes você acaba comendo hambúrgueres em vez de bulgur?

Nem sempre é fácil alinhar suas ações com seus valores. Qualquer coisa, desde a força do hábito até a atração da gratificação imediata, pode ser poderosa o suficiente para nos fazer esquecer essas boas intenções e agir de maneiras que não refletem nossos valores.

Você tem muitas técnicas disponíveis para ajudá-lo a mudar suas reações e viver mais conscientemente de acordo com seus valores. Por exemplo, você poderia:

  • Criar o hábito de ler sua lista de valores todas as manhãs quando você acordar.
  • Visualizar o dia à frente e planear como você viverá seus valores ao longo do dia.
  • Imprimir seus valores e mantê-los perto de você para se referir durante o dia.
  • Fazer deles o fundo do seu celular ou computador.
  • Configurar lembretes para aparecer em seu telefone.
  • Sempre que você se encontrar desviado de seus valores, analise a situação depois e se pergunte o que poderia ter feito de diferente.

Você pode encontrar muito mais ideias nos seguintes tutoriais. Embora alguns deles sejam sobre produtividade, o que é diferente de viver de acordo com seus valores, algumas das técnicas sobre como superar distrações e acompanhar boas intenções são relevantes aqui.

Possíveis barreiras para superar

Até agora, parece bem simples, não é? Então, por que tantos de nós ainda lutam para viver de acordo com nossos valores?

Às vezes é sobre falta de clareza ou não saber quais são realmente seus valores. Os exercícios de valores neste tutorial devem lidar com esse problema de forma bastante eficaz.

Mas existem outras barreiras possíveis também. E se os seus valores pessoais entrarem em conflito com os da sua família ou da sociedade em geral? Por exemplo, você pode valorizar a tolerância, mas a sociedade em que você vive pode ficar bastante contra a tolerância, pelo menos de certos grupos.

Ou talvez você esteja enfrentando um conflito entre seus valores pessoais e a situação prática em que se encontra. Você pode valorizar a criatividade, mas você tem que cuidar de seus familiares, para que você não possa correr o risco de embarcar em uma situação de carreira de arte. Ou você pode valorizar a honestidade, mas ache que existem certas mentiras que você precisa contar para preservar relacionamentos importantes, manter seu emprego ou qualquer outra coisa.

Essas são barreiras importantes e valem a pena refletir seriamente. Mas também vale a pena lembrar que há muitas maneiras de viver seus valores e você não precisa rejeitar todos os compromissos e ignorar as considerações práticas.

Por exemplo, é bem possível viver de acordo com um valor de honestidade ao mesmo tempo em que insere uma advertência como "... desde que minha honestidade não prejudique outras pessoas". Isso ajudaria a preservar esses importantes relacionamentos. E se você tem que ser desonesto para manter seu emprego, talvez seja um sinal de que, a longo prazo, você precisa encontrar um novo emprego. Mas, no curto prazo, você não precisa ser demitido dizendo ao seu chefe exatamente o que pensa. Você pode comprometer, por enquanto, a longo prazo, em direção a uma solução que esteja mais alinhada com seus valores.

Se os seus valores entram em conflito com os dos outros ou da sociedade em geral, você pode enfrentar algumas dificuldades, mas ainda pode viver com integridade em sua própria vida. Se as circunstâncias permitirem, você também pode lutar para mudar a sociedade de acordo com suas próprias crenças. Veja muitos dos heróis da história, como Susan B. Anthony ou Martin Luther King Jr., e você encontrará pessoas cujos valores pessoais entraram em conflito com os de seu tempo. Mas se você não se sentir preparado para esse tipo de luta, pode optar por se concentrar em suas próprias ações e em viver de acordo com seus próprios valores, sem desafiar aqueles que o cercam e vivem de maneira diferente.

5. Como adaptar e mudar seus valores quando necessário

Seus valores pessoais não estão gravados em pedra. Embora alguns de seus valores centrais provavelmente permaneçam os mesmos durante toda a sua vida, outros podem mudar à medida que as circunstâncias da sua vida mudam ou simplesmente à medida que envelhecem e passam a ter uma visão diferente do que é importante. Ou, mesmo que os valores permaneçam os mesmos, a ordem em que você os prioriza pode mudar.

Por exemplo, começar uma família e ter filhos para cuidar pode fazer com que você valorize mais a segurança e a estabilidade financeira do que quando era solteiro. Ou um divórcio pode resultar em um desejo renovado de liberdade e auto-descoberta.

Por isso, vale a pena fazer check-in regularmente para ver se seus valores foram alterados. Repita o processo de brainstorming, listando e priorizando e veja se seus resultados são diferentes.

Quantas vezes você deve fazer isso? Pelo menos uma vez por ano é provavelmente uma boa idéia, e sempre que você passar por uma grande mudança de vida, como perda de emprego, luto, doença, divórcio, etc.

Claro, você também vai querer continuar lendo seus valores e se referindo a eles muito mais regularmente do que uma vez por ano, e se a qualquer momento você perceber que algo não está mais certo, sinta-se à vontade para rever seus valores.

Depois de criar sua nova lista, reexamine suas metas e as reescreva onde for necessário para refletir seus valores novos ou recém-priorizados. E comece a usar sua lista revista de valores para informar e direcionar sua vida diária, conforme discutido na secção anterior.

Conclusão

Abordamos muito neste tutorial, e espero que agora você esteja mais claro sobre o que são valores pessoais, por que são importantes e como você pode fazer um trabalho melhor de acordo com seus valores.

Para ler mais sobre valores, mas a partir de uma perspetiva comercial e não pessoal, consulte os seguintes tutoriais:

O próximo passo, se você ainda não o fez, é colocar as lições deste tutorial em prática. Inicie o brainstorming, criando listas, priorizando seus valores e definindo metas voltadas para os valores. Em seguida, comece a viver de acordo com seus valores dia a dia, mês a mês e ano a ano.

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.